Como funciona a Saúde Pública e Privada em Portugal?

Como funciona a Saúde Pública e Privada em Portugal?

Como funciona a Saúde Pública e Privada em Portugal?

Portugal conta com um sistema público de saúde que tende a funcionar muito bem.

Diferente do Brasil, você precisará pagar algumas taxas moderadoras que irão variar de acordo com o que for fazer.

Os postos de saúde que conhecemos no Brasil, aqui são chamados de Centro de Saúde. São vários ao redor de Portugal e o seu será definido de acordo com a freguesia (bairro) em que estiver morando. Para usufruir da saúde pública em Portugal (SNS), é preciso confirmar qual será o seu Centro de Saúde e comparecer no mesmo portando seus documentos de identificação (cartão cidadão/autorização de residência, comprovativo de residência e, se você contribui para o INSS no Brasil, trazer também o PB4 ). Após inscrito, você receberá o seu número de utente e terá direito a consultas, exames e o que mais for preciso, pagando um valor simbólico, o mesmo valor que um cidadão português paga. Entretanto, se você não tiver o PB4, em alguns serviços públicos de saúde, terá um custo um pouco maior. Uma consulta médica por exemplo custa em média €5 para quem possui o cartão de utente. O atendimento pode ser por ordem de chegada ou por agendamento.

 

Outra opção para quem está vindo para Portugal é fazer um seguro de saúde e ter acesso ao sistema privado. Aqui os seguros de saúde são co-participados, seja público ou privado. Você paga um valor mensal por um plano privado que possui um plafon (valores máximos de gastos para cada serviço), nestes casos, os valores tendem a ser muito mais simpático do que no Brasil. Se optar por este tipo de plano, poderá ter acesso aos hospitais particulares, consultas, procedimentos médicos, análises clinicas, etc. pagando menos e tendo um atendimento rápido e de qualidade. Em média uma consulta médica particular, por exemplo, na CUF custa em média €60, com a cobertura de um plano, poderá pagar cerca de €15.

 

Apesar do plano de saúde particular não ser obrigatório, é recomendável devido as suas facilidade e preços atrativos. Pagando cerca de €40, você terá um ótimo sistema de saúde privada. Recomendamos o seguro da Medis Portugal.

Uma dica para quem está vindo para Portugal é vir com um plano de seguro viagem, o mesmo é obrigatório para entrar em países que fazem parte do tratado de Schengen e poderá ser pedido pela imigração na hora de entrar no país.

Caso surjam dúvidas sobre o assunto, não deixe de contatar a equipe do EduPortugal.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *