Serviço Social na Saúde

Download da Brochura

COMEÇO:
10/2019
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
ISCTE-IUL | IPPS
ID:
PG
CREDITOS:
60

Instituições de Ensino:

Endereço

Avenida das Forças Armadas, 1649-026 Lisboa   Ver mapa

Categorias

Pós-Graduação

Apresentação do curso

Toda a pessoa que passe por um processo de doença tem sempre subjacentes alterações de ordem familiar, pessoal, profissional, económica ou outra (Chancosa & Galán, 2012 citado por Santo, 2016), demonstrando a pertinência da dimensão social na conceção e prestação dos cuidados de saúde. As implicações decorrentes de um processo de doença colocam novas questões e desafios às dinâmicas individuais e familiares, as ruturas podem ser temporais ou indefinidas, dependendo do tipo de patologia e suas sequelas. Assim, entender o processo de doença, o seu prognóstico e os tipos de tratamento é fulcral. Talvez por isso Gregorian (2005) sublinhe que, os assistentes sociais que trabalham em saúde são especialistas sobre as questões psicossociais associadas às doenças e que necessitam de forma constante, desenvolver e atualizar uma base de conhecimentos mais ampla sobre a fisiologia da doença, de competências e habilidades para garantir uma intervenção de qualidade, um bom diagnóstico social, e a capacidade de elaborar um plano de intervenção adequado a cada situação particular.
O Serviço Social na área da saúde surge associado a uma função histórica no acesso aos cuidados de saúde e na qualificação e humanização dos serviços. Tem-se vindo a assistir progressivamente, à elaboração e identificação de distintos indicadores da qualidade nas organizações de saúde enquanto premissa para a adesão a padrões de mais elevada qualidade nos cuidados de saúde ao sujeito (Almeida  et al, 2010). A intervenção do “assistente social no percurso do doente nos serviços prestadores dos cuidados médicos, de enfermagem, de educação, de reabilitação, e sociais” (DGS, 2004:2) assume relevância nas práticas de cuidados de qualidade, dependendo fundamentalmente de dois fatores “de uma boa prática e do modo como estão organizados e são prestados os serviços (Pisco , 2011:43).

Visa proporcionar aos assistentes sociais uma formação especializada numa área do conhecimento atual, com elevada pertinência social e que releva o papel do assistente social nos diversos contextos no Sistema Nacional de Saúde. Ao proporcionar um conjunto de conhecimento teórico e prático, assim como as competências específicas para garantir uma intervenção de qualidade, de um diagnóstico social e a capacidade de elaborar um plano de intervenção adequado e integrado em saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *