Gestão e Organização Industrial

ISDOM logo institucional eduportugal

COMEÇO:
setembro
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
ISDOM
ID:
CT
CREDITOS:
120

Instituições de Ensino:

Endereço

Avenida Primeiro de Maio 164, 2430-211   Ver mapa

Apresentação do curso

As características atuais do mercado de trabalho exigem, cada vez mais, a otimização da gestão industrial através da qualificação do capital humano das organizações. É neste contexto que surge a proposta de se formar Técnicas/os Superiores Profissionais em Gestão e Organização Industrial. Torna-se evidente a necessidade de formar profissionais para integrar nas organizações industriais da região, a qual se assume com quase metade das empresas do setor.

Esta formação revela-se de capital importância no sentido de dotar o tecido empresarial de técnicos capacitados em Gestão e Organização Industrial contribuindo para o desenvolvimento sustentável da empresa a este nível.

Pretende-se formar Técnicos/as Superiores em Gestão e Organização Industrial. Na base da criação deste curso estão os seguintes pressupostos:

  • A gestão das Organizações empresariais e industriais configura-se atualmente como uma das principias ferramentas para a melhoria contínua, o desenvolvimento sustentável e a competitividade das organizações empresariais qualquer que seja a sua atividade económica;
  • Aumento da procura no mercado de emprego de profissionais qualificados na gestão das organizações industriais, criando a necessidade da existência de uma oferta formativa e de ensino, orientada para a criação das competências técnicas específicas de profissionais.
  • Elevado número de pessoas na região com habilitações ao nível do ensino secundário com condições para obter uma especialização técnica superior;
  • Elevado número de entidades parceiras que, desde o início, manifestou interesse em colaborar com o desenvolvimento do curso, evidenciando disponibilidade quer para emitir parecer favorável ao curso, quer para acolher estudantes no período de estágio, obtendo-se um número significativo de propostas, que corresponderam às necessidades de colocação.

Em síntese, o curso proposto, além de permitir a obtenção de uma especialização profissional de imediato, cria condições para o prosseguimento de estudos no futuro, com condições privilegiadas na frequência de outros cursos superiores.

 

Objetivos

Desenvolver e coordenar as atividades, de gestão da produção, planeamento, manutenção industrial, qualidade, aprovisionamentos e de recursos humanos tendo em vista a optimização da produção.

Atividades principais do perfil profissional:

  • Gerir, acompanhar e controlar as diferentes atividades que compõem a organização industrial, por métodos convencionais ou assistidos por computador, tendo em vista a sua optimização.
  • Organizar o serviço de manutenção e assistir tecnicamente a produção, intervindo em caso de anomalias e avarias, tendo em vista a satisfação e acompanhamento do processo produtivo.
  • Gerir o cumprimento dos procedimentos escritos do sistema e os requisitos específicos dos clientes, relativamente à sua área de intervenção.
  • Planear, organizar e controlar os recursos humanos e equipamentos tendo em vista a optimização da produção, garantindo os níveis de satisfação, higiene e segurança no trabalho e saúde ocupacional.
  • Participar no desenvolvimento, análise e controlo da qualidade, promovendo a melhoria contínua nos processos produtivos de acordo com as normas de higiene, segurança e ambiente de trabalho.
  • Propor a redefinição do layout industrial e projetar e/ou apoiar a implementação de sistemas de controlo, supervisão e automação dos processos produtivos.
  • Colaborar no desenvolvimento e aplicação de planos de segurança, higiene e saúde.
  • Elaborar os relatórios relativos às diferentes áreas de intervenção da produção, manutenção e logística.
  • Organizar a produção numa unidade industrial e optimizar os recursos de acordo com os objectivos pretendidos.
  • Acompanhar e analisar o serviço de aprovisionamento e gestão de stocks da empresa tendo em vista a sua adequação ao processo produtivo, com o objetivo de evitar ruturas de stocks e reduzir custos.
  • Avaliar o impacto ambiental de os recursos energético, do processo fabril e do ciclo de vida dos produtos e conhecer estratégias para o mitigar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.