Estudos Europeus, Estudos Lusófonos e Relações Internacionais

ULP logo curso eduportugal

COMEÇO:
setembro
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
Lusófona | Porto
ID:
LC
CREDITOS:
180

Instituições de Ensino:

Endereço

R. de Augusto Rosa 24, 4000-098 Porto   Ver mapa

Categorias

Licenciatura

Apresentação do Curso

A licenciatura em Estudos Europeus, Estudos Lusófonos e Relações Internacionais é um curso em relações internacionais especializadas. Incide especialmente sobre Assuntos Europeus e Lusófonos e prepara para desempenhar funções sobretudo no âmbito da União Europeia e da Comunidade de Países de Língua Portuguesa. Transmite os conhecimentos adequados para responder convenientemente às exigências inerentes à complexidade da sociedade internacional.

Neste contexto, a licenciatura em Estudos Europeus, Estudos Lusófonos e Relações Internacionais prepara para desempenhar funções sobretudo em instituições da União Europeia e da CPLP, em organizações internacionais, em organismos dos Estados e em empresas e instituições nacionais e internacionais. Além disso, respeitando os âmbitos indicados, prepara para a docência e para a investigação científica, orientada sobretudo para o aprofundamento de assuntos relacionados com a UE e a CPLP. Por isso, as saídas profissionais deste Curso estão situadas sobretudo nos setores internacionais dos Ministérios, nas organizações internacionais (sobretudo na UE e na CPLP), nas empresas nacionais e multinacionais e nos setores internacionais existentes em inúmeros organismos nacionais e internacionais, na docência e na investigação, relacionadas com as áreas indicadas.

 

Objetivos

A licenciatura em Estudos Europeus, Estudos Lusófonos e Relações Internacionais pretende preparar para o desempenho de funções (no âmbito das relações internacionais) em organizações internacionais, públicas e privadas, nos Estados, em particular nos Ministérios dos Negócios Estrangeiros, nas instituições da União Europeia e da CPLP, nas empresas internacionais e, em geral, nas várias instituições políticas e administrativas nacionais e internacionais; na docência do Ensino Secundário e Superior e na investigação científica, orientada sobretudo para o aprofundamento de assuntos relacionados com a União Europeia e a CPLP.

Em concreto, as saídas profissionais situam-se nas áreas abrangidas por este ciclo de estudos e acima enumeradas, a saber: os ministérios dos negócios estrangeiros e os sectores internacionais dos outros ministérios, as organizações internacionais (sobretudo na União Europeia e na CPLP), as empresas (para os seus sectores internacionais), sobretudo as multinacionais, os sectores internacionais existentes em inúmeros organismos nacionais e internacionais (autarquias, etc.), a docência e a investigação.

 

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

A licenciatura dota os estudantes de conhecimentos (científicos, técnicos, culturais etc.) que permitem responder às exigências suscitadas pela complexidade crescente da vida internacional, pela globalização da economia, pela interdependência dos sistemas políticos, pela globalização dos mercados, pela universalização das comunicações, pela difusão das culturas e pela crescente socialização do mundo e, nesse contexto, desempenhar funções em organismos internacionais, em empresas nacionais, multinacionais e transnacionais, em instituições nacionais e regionais, em órgãos do poder autárquico e em instituições educativas, designadamente nas matérias respeitantes à integração europeia, às relações internacionais, aos países lusófonos, à história do presente e aos domínios da ciência política e da administração pública.

 

Saídas Profissionais

  • Apoio técnico nas decisões da administração pública sobre questões europeias (UE), Lusófonas e internacionais;
  • Direção de gabinetes europeus e de relações internacionais dos órgãos da administração pública, de associações empresariais e profissionais e outras instituições públicas e privadas;
  • Departamentos de Relações Internacionais e Comércio Internacional de empresas públicas e privadas;
  • Técnicos em Organizações Europeias e Internacionais;
  • Comunicação Social;
  • Carreira Diplomática.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.