Empreendedorismo e Internacionalização (Pós-Laboral)

PPorto Logo curso eduportugal

COMEÇO:
setembro
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
P.Porto | ISCAP
ID:
ME
CREDITOS:
120

Instituições de Ensino:

Endereço

Rua Dr. Roberto Frias, 712 4200-465 Porto   Ver mapa

Categorias

Mestrado

Apresentação do Curso

O plano de estudos em vigor resultou de um processo de reestruturação com o principal objectivo de equilibrar as principais áreas de empreendedorismo e de internacionalização e está publicado no Diário da República, 2.ª série, N.º 225 de 17 de novembro de 2015,através do Despacho n.º 13110/2015.

O mestrado em Empreendedorismo e Internacionalização pretende promover competências e conhecimentos de forma a orientar as empresas no processo de internacionalização e a formação integrada de empreendedores. Tem como principais objetivos desenvolver as capacidades de análise crítica dos principais problemas da economia internacional contemporânea, da competitividade e do ambiente internacional onde se inserem as empresas internacionalizadas, das decisões de política financeira internacional e do enquadramento legal dos negócios internacionais.

Esta formação pretende que os estudantes se apropriem das competências necessárias à deteção de oportunidades de negócio empreendedoras e inovadoras, à operacionalização de elaboração de planos de negócios para a expansão internacional, à análise de dados secundários e primários que possibilitem o empreendedorismo internacional, à reflexão sobre formas alternativas de empreendedorismo como o social. Além do aprofundamento teórico das questões de internacionalização e do empreendedorismo, tentando gerar uma autonomia na investigação por parte dos estudantes, pretende-se uma integração com o tecido empresarial português, analisando e contactando com casos de internacionalização e de empreendedorismo.

 

Saídas Profissionais

O Mestrado em Empreendedorismo e Internacionalização prepara profissionais para:

  • Técnicos de comércio internacional;
  • Técnicos vocacionados para o desenvolvimento da sua actividade numa vertente marcadamente empreendedora;
  • Técnicos participando em organizações nacionais (alfândegas, IAPMEI, AICEP) e internacionais (instituições comunitárias), bem como em entidades privadas (câmaras de comércio, associações comerciais e empresariais).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.