Educação com especialização em Administração e Política Educacional

Download da Brochura

COMEÇO:
09/2019
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
IE.ULisboa
ID:
DR
CREDITOS:
180

Instituições de Ensino:

Endereço

Alameda da Universidade, 1649-013 Lisboa   Ver mapa

Categorias

Doutorado

Apresentação do Curso

O curso de doutoramento na área de especialidade em Administração e Política Educacional está orientado para o estudo das políticas educativas sob o prisma da ação pública. A partir desta perspetiva, a análise das políticas públicas não se centra exclusivamente na intervenção do Estado e da sua administração, mas tem em conta a diversidade de cenas e atores envolvidos no processo político, em diferentes níveis, bem como as suas múltiplas interdependências.

O desenvolvimento dos estudos faz-se em estreita articulação com a pesquisa em curso no centro de investigação do IE – a Unidade de Investigação e Desenvolvimento em Educação e Formação (UIDEF) -, mais precisamente, no âmbito do programa de investigação “Forças de Mudança em Educação”. Nesse sentido, as pesquisas a efetuar pelos doutorandos incidirão sobre diferentes políticas e processos de ação pública, abordando matérias relacionadas com a coordenação, direção e monitorização das mudanças nos sistemas educacionais.

Este ciclo de estudos é reconhecido, nas suas diferentes áreas de especialidade, para efeitos de contagem de tempo para progressão na carreira docente (nos termos Portaria n.º 344/2008, de 30 de abril). A presente informação não dispensa a leitura da legislação em vigor e sugere-se a consulta da página da DGAE.

No ano letivo 2019/20, prevê-se que o curso funcione à 6ª feira, das 15h às 21h.

 

Objetivos

De acordo com os princípios atrás referidos, este ciclo de estudos visa:

  • Desenvolver competências de investigação inscritas no espaço de conhecimento analítico da Administração e Política Educacional;
  • Desenvolver competências para a comunicação e transferência dos resultados da investigação, junto à comunidade académica e à sociedade em geral;
  • Desenvolver competências para a intervenção fundamentada em contextos de ação profissional da educação.

No presente ano são privilegiadas as propostas de trabalho que contribuam para o avanço do conhecimento sobre: a construção e a concretização de políticas públicas de educação; o papel, alcance e profundidade dos efeitos das avaliações internacionais de larga escala nos processos de regulação política e social da educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *