Dor Orofacial - Disfunção Temporomandibular

eduportugal cespu logo eduportugal

COMEÇO:
janeiro
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
CESPU | IUCS
ID:
PG
CREDITOS:
200h

Instituições de Ensino:

Endereço

Campus Universitário de Gandra - Paredes R. Central de Gandra, 1317   Ver mapa

Categorias

Pós-Graduação

Apresentação do curso

O Curso de Pós-Graduação em Dor Orofacial – Disfunção Temporomandibular foi desenvolvido de acordo com competências definidas internacionalmente para os profissionais que atuam nesta área. Este curso tem como principal objetivo dotar os profissionais de saúde de conhecimentos e competências necessárias para, de forma proficiente, serem capazes de avaliar e intervir num contexto de inter, multi e transdisciplinaridade.

Tendo em conta a importância do raciocínio clínico baseado na melhor evidência disponível para o desempenho de uma prática atualizada, este curso reúne um corpo formador de excelência, com um currículo diferenciado, inovador e multidisciplinar.
Esta pós-graduação contempla uma estrutura curricular que privilegia ainda a especificidade da intervenção de 3 grupos profissionais, com a criação de uma unidade curricular opcional para 3 ramos específicos de intervenção (a. Intervenção específica do Fisioterapeuta; b. Intervenção específica do Médico Dentista/Estomatologista; c. Intervenção específica do Terapeuta da Fala) que pretende favorecer a vertente prática proporcionando aos formandos uma elevada oportunidade de aquisição e reforço de competências intervencionais.

 

Objetivos do curso

O Curso de Pós-Graduação em Dor Orofacial – Disfunção Temporomandibular tem como principal objetivo dotar os diferentes profissionais de saúde que intervêm nesta condição clínica dos conhecimentos e recursos necessários para, de forma proficiente, atuar na avaliação e tratamento desta condição clínica.

Este curso pretende desenvolver competências avançadas na identificação dos diferentes aspetos relacionados com a DTM, diagnosticar, planear e assegurar cuidados de saúde considerando a importância da interação dinâmica entre profissionais de saúde e de uma prática centrada no paciente. Este curso pretende assim fomentar a partilha de experiências dos diferentes profissionais de saúde que intervêm nesta condição, favorecendo o reconhecimento de sinais e sintomas indicativos de uma necessidade de referenciação, assegurando uma prática profissional e ética ao mais alto nível.

A prática de excelência deverá ser baseada na evidência científica atual e desenvolvida através do raciocínio clínico no sentido de identificar os défices existentes ou potenciais, as limitações funcionais assim como os fatores psicossociais que irão direcionar as intervenções dos diferentes profissionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.