Diversidade nas Escolas

LOGO Logo curso eduportugal

COMEÇO:
setembro
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
IPLUSO | ESEL
ID:
PG
CREDITOS:
18

Instituições de Ensino:

Endereço

Campus de Benfica do IPLUSO, 1549-003 Lisboa   Ver mapa

Categorias

Pós-Graduação

Apresentação

Qualquer mudança legislativa tende, na generalidade, a colocar algumas dúvidas e a gerar diversas interpretações. No caso do Decreto Lei 54/2018, de 06 de julho, pelo impacto direto e imediato que tem em cada umas das organizações escolares, essas dúvidas e variedade de interpretações tem vindo a criar alguma tensão no que se refere ao racional teórico, mas sobretudo no que respeita à operacionalização coerente das diversas perspetivas teóricas contidas no normativo.

O Decreto Lei 54/2018, na sua relação com o Decreto Lei 55/2018, ambos de 06 de julho, atualiza alguns princípios organizativos e orientadores do nosso sistema educativo, mas também introduz novas concepções que se têm vindo a afirmar a nível internacional e procede a (re)interpretações muito próprias em algumas perspectivas teóricas. É sabido que, por princípio, a definição dos conceitos reflete a compreensão dos mesmos e afeta a sua operacionalização. Diferentes significados criam tensões e podem criar entropias que funcionam como barreiras a qualquer mudança desejada e esperada. Sistematizar e discutir criticamente os diferentes entendimentos envolvidos, tanto no plano teórico como prático, parece-nos representar uma riqueza na operacionalização do prescrito na norma e, neste caso concreto, na qualificação das respostas à diversidade da população escolar bem como da diversidade das culturas e políticas que representa cada uma das organizações escolares.

A publicação do decreto Lei 54/2018 cria novos desafios às escolas bem como cria oportunidades para a operacionalização de alguns processos com vista à (re)organização de repostas à diversidade de alunos. Para esta operacionalização é fundamental a proatividade reflexiva e crítica de todos os agentes educativos, mas sobretudo dos Professores.

 

Objetivos

  • Promover o enquadramento da publicação do Decreto Lei 54/2018 e do Decreto Lei 55/2018, de 06 de julho, numa lógica evolutiva por relação com anteriores diplomas legislativos e no concreto do sistema Educativo Português, numa perspetiva filosófica, histórica, económica e sócio cultural.
  • Desencadear a reflexão crítica das principais linhas conceptuais inerentes ao Decreto Lei 54/2018, colocando a ênfase em oportunidades críticas para a sua operacionalização em contexto concreto.

 

Destinatários

Podem candidatar-se ao ciclo de estudos:

  • Professores e Educadores de Infância
  • Licenciados que se interessam por estas questões educativas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.