Ciências do Mar

Logo Institucional Universidade de Aveiro eduportugal

COMEÇO:
setembro
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
UA
ID:
LC
CREDITOS:
180

Instituições de Ensino:

Endereço

Campus Universitário de Santiago 3810-193 Aveiro Portugal   Ver mapa

Categorias

Licenciatura

Apresentação do Curso

Os Oceanos, mares e áreas costeiras constituem uma componente essencial e integrada do ecossistema planetário, sendo críticos para a sua sustentabilidade.

Os oceanos cobrem cerca de 70% da superfície da Terra, representando 97% da água disponível no planeta. Possuem uma inegável importância ambiental, social, cultural, económica e política. Impulsionam sistemas globais que viabilizam a vida humana (originando e/ou regulando a água da chuva, a água potável, o clima, parte da nossa alimentação, o oxigénio do ar, entre outros). São fundamentalmente importantes para a espécie humana por constituírem fontes de alimentação, energia e recursos minerais, criando oportunidades económicas numa multiplicidade de setores (desde as pescas, o agroalimentar, o turismo, a energia, passando pelo comércio, logística e transportes, entre diversos outros exemplos). Estima-se que, globalmente, o valor de mercado dos recursos e indústrias marítimos e costeiros representa 3 triliões de dólares por ano, cerca de 5% do PIB mundial.

A existência de um futuro sustentável pressupõe uma conservação e uma gestão criteriosa deste recurso global fundamental. Dada a sua relevância, os Oceanos foram consagrados como um dos sete pilares temáticos da conferência Rio+20, e destacados em capítulo próprio no respetivo documento final.

De destacar que Portugal apresenta a maior Zona Económica Exclusiva (ZEE) da União europeia, a qual se estende por 1.6 milhões de quilómetros quadrados, cerca de 18 vezes a sua área continental. Decorre neste momento o processo de candidatura de Portugal à extensão da área da plataforma continental sob jurisdição nacional, no âmbito da Lei do Mar. Para além da ZEE atual, cujo limite está fixado nas 200 milhas de distância à costa, Portugal passaria a ter jurisdição sobre os fundos oceânicos até às 350 milhas, nas áreas onde tal pretensão seja devidamente justificada. Caso a decisão venha a ser favorável, Portugal passará a controlar uma das maiores áreas marinhas sob jurisdição nacional do mundo

A exploração adequada de recursos naturais tão diversificados numa área tão alargada requer uma abordagem multidisciplinar.

Como reconhecimento do espetro alargado destas questões, é necessária uma formação pluridisciplinar coerente na área das Ciências do Mar, sendo objetivo desta graduação a formação em ciências do ambiente, biologia, química, geociências e física dos ecossistemas marinhos, assente numa formação de base em física, matemática, química e informática.

 

Objetivos

Os objetivos específicos deste programa de graduação são:

  • Fornecer uma formação sólida de base nos diversos aspetos das ciências marinhas;
  • Providenciar uma experiência de aprendizagem de alta qualidade e intelectualmente estimulante, num ambiente de estudo de excelência;
  • Providenciar uma formação sólida para uma carreira quer como oceanógrafo profissional, quer numa gama alargada de outros contextos profissionais;
  • Fornecer uma formação sólida de base e qualificações adequadas que possibilitem a prossecução de estudos num grau de qualificação de nível superior (2º Ciclo ou Doutoramento);
  • Desenvolver capacidades críticas e analíticas ao nível da resolução de problemas, especialmente relacionados com as Ciências do Mar;
  • Desenvolver competências intelectuais, práticas e de trabalho de campo, relacionadas com a recolha, análise, interpretação e compreensão de dados oceanográficos;
  • Desenvolver as capacidades de observação, análise e compreensão, de modo a possibilitar a tomada de decisões com apropriado conhecimento das variáveis envolvidas;
  • Desenvolver as competências interpessoais, numa gama alargada de contextos;
  • Providenciar as oportunidades para uma aprendizagem multi-disciplinar partilhada, no âmbito das Ciências do Mar;
  • Cativar para uma aprendizagem continuada e para a valorização do valor da educação e da investigação na sociedade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.