Ciências Biomédicas - Mecanismos de Doenças

logo ualg institucional eduportugal

COMEÇO:
setembro
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
UAlg
ID:
ME
CREDITOS:
120

Instituições de Ensino:

Endereço

Estr. da Penha 139, 8005-139 Faro   Ver mapa

Categorias

Mestrado

Apresentação do Curso

O Mestrado em Ciências Biomédicas da Universidade do Algarve tem como objectivo formar profissionais com elevados níveis de conhecimento e de compreensão dos processos moleculares, celulares e de organogénese em situações normais e patológicas.

O Mestrado em Ciências Biomédicas da Universidade do Algarve prepara profissionais capazes de relatar, perante uma audiência os progressos científicos mais recentes nas diversas áreas de investigação biomédica fundamental ou aplicada, e de ter uma apreciação crítica e informada desses progressos através de comunicações e artigos publicados nas áreas relevantes.

O Mestrado em Ciências Biomédicas da Universidade do Algarve permite a aquisição de uma experiência prática abrangente e de especialização adicional em investigação biomédica fundamental ou aplicada, atraves de trabalho de investigação efectuado no segundo ano do Mestrado num laboratório investigação na área de interesse do candidato.

O Mestrado em Ciências Biomédicas da Universidade do Algarve pretende assim formar profissionais capazes de dominar os conceitos e as técnicas usadas em biologia e medicina molecular, terapia génica, bio-nanotecnologia, biologia sintética e medicina regenerativa, numa perspectiva de investigação biomédica fundamental ou aplicada, de desenvolvimento tecnológico ou de diagnóstico.

 

Saídas Profissionais

No final do segundo ciclo, os mestres em Ciências Biomédicas terão adquirido competências específicas nas áreas das ciências da vida e da saúde, que lhes facultarão acesso a lugares de técnicos especializados em laboratórios com actividade na área da biologia e da genética médica (investigação, análise, diagnóstico na indústria farmacêutica, hospitais e outros).

Poderão prosseguir uma carreira como assistentes em equipas de investigação, preferencialmente em laboratórios que conduzam a sua actividade na área das ciências da saúde ou em desenvolvimento de produtos com aplicação biomédica, tais como próteses, estimuladores cardíacos, equipamento e kits de diagnóstico, biomateriais para implantes, etc.

Estarão preferencialmente formados para, alternativamente, optar por uma carreira em investigação científica fundamental ou aplicada na área da Biomedicina, devendo nesse caso prosseguir, como acima referido, a sua formação com um terceiro ciclo, culminando com um doutoramento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.