Descubra os riscos de viajar pela Europa sem Título de Residência

Descubra os riscos de viajar pela Europa sem Título de Residência

Descubra os riscos de viajar pela Europa sem Título de Residência

Os balcões do SEF estão cada vez mais cheios de pedidos de Autorização ou Renovação do Título de Residência. Isso faz com que haja um elevado tempo de espera, tanto para marcação como para o recebimento do cartão de residência.

 

Por outro lado, os brasileiros que chegam em Portugal têm até 90 dias para transitar livremente em outros países da Europa. Após este período, é necessário aguardar a emissão do título sem sair de Portugal.

 

Entretanto, há muitos estudantes em terras portuguesas que iniciaram o ano letivo em Setembro, e ainda estão no processo de obterem o título de residência para fins de estudo. Alguns ainda não passaram pela entrevista no SEF e há outros que já passaram e estão aguardando a emissão do título.

 

E são esses casos que precisam de muita atenção!

 

Antes de marcar uma viagem, se atente à sua data entrada no Espaço Schengen (sendo o seu voo direto para Portugal ou não), caso você ainda não tenha em mãos o seu título ou autorização de residência. Veja os países que fazem parte do Espaço Schengen.

 

Sendo assim, independentemente do motivo pelo qual você está em Portugal, se é para trabalho ou estudo, e já passaram os primeiros 90 dias, permaneça dentro do país até que esteja de posse do documento de residência.

 

Caso contrário, há um risco de deportação para o Brasil, se abordado pelas Autoridades Estrangeiras. Leia com atenção o que diz a Embaixada Brasileira em Oslo:

 

 

 

Esta regra está sendo adotada por vários outros países da comunidade europeia, como: Espanha, França, Áustria, entre outros.

 

Dessa forma, a recomendação é que não saia de Portugal sem estar com a sua documentação legalizada. Ou seja, com o seu título de residência ou autorização de residência válido em mãos.

 

E lembre-se: fazer uma viagem para fora de Portugal portando contrato de trabalho, manifestação de interesse do SEF, ou qualquer outro documento que não seja o cartão de autorização de residência, não garante que as Autoridades Estrangeiras não sigam com a deportação.

 

Portanto, garanta que esteja dentro da lei para evitar problemas desnecessários e não prejudique as suas festas de final de ano!

 

Tem dúvidas ou precisa de ajuda para agendar sua ida ao SEF? Entre em contato com a EduPortugal! Temos uma equipe especializada para acompanhar todo o seu processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *