Sociologia e Economia do Trabalho: Inteligência Económica e Cooperação no Espaço Lusófono

Download da Brochura

COMEÇO:
09/2019
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
Lusófona | Lisboa
ID:
ME
CREDITOS:
120

Instituições de Ensino:

Endereço

Campo Grande 376, 1749-024 Lisboa   Ver mapa

Categorias

Mestrado

Apresentação do Curso

O mestrado em Sociologia e Economia do Trabalho: Inteligência Económica e Cooperação no Espaço Lusófono proporciona um conhecimento abrangente da realidade do espaço lusófono, alicerçada na Comunidade de Países de Língua Oficial Portuguesa (CPLP), e extensivamente nas regiões económicas que estes países integram. Em particular, favorece a compreensão das dinâmicas económicas, empresariais, sociais, organizacionais, bem como a interpretação dos quadros relacionais e das estratégias dos principais atores da lusofonia, no contexto regional e internacional em que interagem.
As competências interdisciplinares que o mestrado proporciona, alicerçadas na inteligência económica e na sociologia, potenciam o desenvolvimento de um projeto internacional de uma empresa ou outra organização, num ou em vários países do espaço lusófono ou regiões envolventes.
Releva importantes temas relacionados com mercados; economia e sociedade; dinâmicas económicas e organizacionais; o trabalho e a sua organização; estratégias económicas e empresariais, cooperação e competitividade; internacionalização, aspetos multiculturais e gestão intercultural; inteligência económica, redes de conhecimento e de influência; diplomacia económica; intelligence e perception management, integração regional, energia e ambiente, economia do mar, e, dossiês estratégicos da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa) no contexto da globalização.

 

Objetivos

Dotar o espaço da lusofonia de um mestrado inovador, envolvendo os países da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa) , numa perspectiva sociológica e económica, que estude os fenómenos contemporâneos da trilogia Trabalho, Economia e Sociedade.
Proporcionar a quadros em organizações, empresas e instituições, formação científica adequada em conhecimento e inovação, que sustente a competitividade e a cooperação. Essa formação estará sustentada numa linha de investigação e ação sob contextos globais, que assuma a multiculturalidade, a multilateralidade e o universalismo, contando com compromissos da rede de parceiros, como a OIT, a CPLP, a CIP e a Fundação AIP. Estudar os modelos de organização, de estruturação social e do trabalho, incluindo a legislação laboral comparada. Modelar processos de inteligência económica ligados à competitividade e à cooperação em múltiplos campos.
Proporcionar aos actores da CPLP um espaço de exposição e debate das suas propostas específicas, visando o seu posicionamento e inserção internacionais.

 

Saídas Profissionais

Quadros especializados em organizações, empresas e instituições, consultores e empresários, em áreas de negócio internacional no mercado dos países da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa) .