Psicologia Clínica

Download Brochura

COMEÇO:
09/2019
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
Lusíada | Lisboa
ID:
ME
CREDITOS:
120

Instituições de Ensino:

Endereço

R. da Junqueira 188-198, 1349-001 Lisboa   Ver mapa

Categorias

Mestrado

Apresentação do Curso

A evolução do mercado de trabalho exige, cada vez mais, aos profissionais da psicologia uma formação especializada e, por isso, a sua formação científica e pedagógica tende para o aprofundamento das respectivas áreas de intervenção.Assim, para aproveitar e expandir a capacidade de intervenção neste domínio, é condição necessária a existência de mestres em Psicologia, habilitados a exercer autonomamente a profissão, não possível de concretizar apenas com a formação do 1.º ciclo.

O modelo deste curso, concebido de acordo com as linhas directrizes do Diploma Europeu de Psicologia que está a ser adoptado na maioria dos países europeus, aponta para uma formação académico-profissional numa determinada especialidade, integrando as componentes de:

  1. aquisição de saberes e de competências de intervenção especializadas;
  2. aquisição de conhecimento científico e de prática de investigação indispensáveis ao avanço da Psicologia enquanto ciência.

Trata-se de uma formação completa e integrada em Psicologia Clínica que visa dotar os futuros psicólogos dos conhecimentos científicos (conhecimento acumulado na literatura científica da Psicologia e partilhada na comunidade de investigadores, professores e profissionais), das competências técnicas (conjuntos integrados de conhecimentos e capacidades, através dos quais os problemas colocados na prática profissional possam ser resolvidos) e das competências de investigação (saberes integrados e mobilizados necessários à concepção e realização de investigações), indispensáveis às exigências específicas para o exercício da Psicologia Clínica. Finalmente, pretende-se implementar uma formação que fomente nos alunos o interesse pela aquisição de novos saberes e competências, o espírito de pesquisa e uma atitude que assegure uma aprendizagem ao longo da vida.

Para cumprir os objectivos anteriormente descritos, o currículo académico cobre os principais domínios de conhecimento da Psicologia Clínica, integra um conjunto de áreas disciplinares complementares, como métodos, técnicas e instrumentos que, enquadrados na referida área de especialização, possibilitam uma qualificação básica para o exercício da prática psicológica, de forma ética e cientificamente fundamentada.

Assim, face ao exposto e à análise de competências e qualificações profissionais versus perfil formativo, afigura-se pertinente a organização de um mestrado em Psicologia dividido da seguinte forma: um primeiro ano constituído por uma parte lectiva e um segundo ano de estágio e de investigação, com a apresentação, respectivamente, de um relatório final de estágio e de uma dissertação, cuja apresentação e discussão conferirá o grau de mestre.

 

Objetivos

Aquisição de competências em diagnóstico e intervenção psicológica na área da saúde, em geral, e na saúde mental, em particular, englobando intervenções ao nível da prevenção, tratamento e reabilitação de pessoas com problemáticas do foro psicológico, comportamental e de adaptação social.

Em geral, podemos considerar que aos profissionais desta área são solicitadas tarefas que exigem a capacidade para:

  • Diagnosticar / avaliar indivíduos e grupos sinalizados no universo de uma dada população, para fins de prevenção e tratamento;
  • Promover acções preventivas / interventivas ao nível do tratamento psicológico / intervenção psicossocial e reabilitação na doença mental e outras perturbações psicopatológicas ou aspectos comportamentais com elas relacionados;
  • Promover a saúde e intervir / dar apoio psicológico em situações de doença física e aspectos comportamentais com elas relacionados, quer a doentes e seus familiares quer a técnicos e outros prestadores de cuidados;
  • Proceder a aconselhamento psicológico individual, conjugal, familiar ou de grupo;
  • Desenvolver intervenção psicológica e psicoterapia individual, conjugal, familiar ou de grupo, a um nível adequado à formação obtida e às características do contexto em que o serviço é solicitado;
  • Participar activamente em equipas multidisciplinares em serviços de urgência e/ou intervenção em crise;
  • Assumir a responsabilidade pela escolha, administração e utilização do equipamento técnico específico da psicologia clínica;
  • Participar e/ou envolver-se em consultadoria no desenvolvimento de programas de intervenção relacionados com a sua área de especialidade;
  • Participar em programas de investigação, aplicada e fundamental, relacionados com a sua área de investigação.