Migrações, Inter-Etnicidades e Transnacionalismo

Download da Brochura

COMEÇO:
09/2019
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
NOVA FCSH
ID:
ME
CREDITOS:
120

Instituições de Ensino:

Endereço

Avenida Berna 26 C, 1069-061 Lisboa   Ver mapa

Categorias

Mestrado

Apresentação do Curso

O curso de mestrado em Migrações, Inter-Etnicidades e Transnacionalismo foi criado em 2003, por iniciativa de três centros de investigação da Universidade NOVA de Lisboa: Centro de Estudos de Sociologia Aplicada (SociNova), Centro de Estudos das Migrações e das Minorias Étnicas (CEMME) e INET-MD – Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança; bem assim como por alguns investigadores do Centro de Estudos Geográficos (CEG), da Universidade de Lisboa, acoplados àqueles centros.

Desde 2003, o curso de mestrado tem vindo a receber alunos de todo o país, dos países lusófonos, da União Europeia (em programa Erasmus) e de outras proveniências. Estes podem seguir uma via mais académica, realizando uma dissertação de mestrado, ou mais aplicada, através da realização de um estágio em instituições nacionais ou estrangeiras.

Podem concluir igualmente a sua formação com a realização de um projeto de trabalho, que pode igualmente seguir uma via mais académica, conduzindo a doutoramento, ou mais aplicada, conduzindo à aplicação dos conhecimentos obtidos na realização de uma intervenção prática.

Desde o ano letivo 2013/2014, os estudantes interessados em prosseguir os estudos e iniciar-se numa carreira de investigação, podem aprofundar os conhecimentos obtidos nas áreas do mestrado inscrevendo-se no curso de doutoramento em Estudos sobre a Globalização[CM1] , um programa de terceiro ciclo oferecido conjuntamente pelas várias Faculdades da Universidade Nova de Lisboa.

 

Objetivos

Os objetivos gerais resumidos do ciclo de estudos são os seguintes:

1) Dominar o vocabulário conceptual, as metodologias, as teorias e as problemáticas no âmbito das migrações, da inter-etnicidade e do transnacionalismo;

2) Treinar e aprofundar a capacidade de análise crítica de discursos e práticas profissionais em contextos sociais e institucionais relevantes (trabalho, habitação, justiça, escola, política, gestão local, etc.);

3) Adquirir os instrumentos necessários à realização de diagnósticos rigorosos, ao desenho de propostas de intervenção consistentes, à realização de pareceres cientificamente alicerçados, bem assim como à avaliação de projetos de intervenção e à monitorização de situações;