Genética Molecular Comparativa e Tecnológica

COMEÇO:
09/2019
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
UTAD | ECVA
ID:
ME
CREDITOS:
120

Instituições de Ensino:

Endereço

Edifício de Geociências Quinta de Prados 5000-801 Vila Real   Ver mapa

Categorias

Mestrado

Objetivos do Curso

Com este curso de segundo ciclo em Genética Molecular Comparativa e Tecnológica pretende-se transmitir conhecimentos imprescindíveis e referentes aos recentes avanços na área de comparação de genomas e tecnologias de manipulação do DNA, quer em organismos animais, quer vegetais. Complementarmente pretende-se uma consciencialização, cada vez maior, para as questões éticas inerentes a estas novas tecnologias. O curso recorrerá a unidades curriculares que funcionarão em regime modular com grande componente prática, nomeadamente aulas de laboratório. No 3º semestre os alunos poderão optar por se especializarem em Genética Molecular Comparativa e Tecnológica Vegetal ou Animal consoante a dissertação a desenvolver.
O Mestrado em Genética Molecular Comparativa e Tecnológica visa a formação de Técnicos Superiores e Investigadores com uma sólida e actualizada e específica formação científica, teórica e prática, nas áreas científicas da Genética e da Biotecnologia perspectivando-se que esses mestres prossigam a sua especialização futura em Doutoramentos em “Genética Molecular Comparativa e Tecnológica”, entre outros.

Saídas Profissionais

Os mestres a formar terão uma sólida formação científica, suportada por fortes componentes de prática laboratorial, e um contacto muito estreito com a realidade da investigação científica, podendo desempenhar funções ligadas a actividades de investigação, técnicas e de consultoria, tanto em entidades públicas como privadas, ou em regime liberal, ou enveredar pelo ensino profissional ou superior (público ou privado), nomeadamente em:
– Universidades e Instituições de Ensino Superior;
– Indústria biotecnológica, farmacêutica e biomédica;
– Gabinetes de projecto e de consultoria;
– Instituições de ensino e de Investigação científica e desenvolvimento tecnológico;
– Laboratórios de Faculdades de Medicina, Universidades e Organismos do Estado;
– Laboratórios Associados;
– Laboratórios de institutos de saúde pública e investigação médica;
– Investigação científica em universidades, institutos, laboratórios de estado e laboratórios industriais;
– Carreiras na área da saúde (tecnologia médica, análise clínica e meios de diagnóstico);
– Outras carreiras;
– Jornalismo Científico, em revistas especializadas, Empresas de Material Científico, Organismos e Comissões Reguladoras.