Engenharia Informática

COMEÇO:
09/2019
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
UTAD | ECT
ID:
ME
CREDITOS:
120

Instituições de Ensino:

Endereço

Edifício de Engenharias - Polo I Quinta de Prados 5000-801 Vila Real   Ver mapa

Categorias

Mestrado

Objetivos do Curso

O objetivo do curso de mestrado em Engenharia Informática é promover uma qualificação de excelência em temas avançados da Engenharia Informática. Tal formação articula unidades curriculares (UCs) que se centram no desenvolvimento de competências transversais, a nível dos fundamentos teóricos e aplicados de conceção, especificação, projeto, implementação, implantação, administração, integração e exploração de sistemas informáticos, com UCs de opção, que visam permitir ao aluno adquirir conhecimentos e desenvolver competências em áreas centrais à informática atual.
Estas UCs optativas, asseguram que o objetivo geral acima expresso concretiza-se no objetivo específico de formar especialistas em engenharia, com duas variantes de perfil: especialistas transversais, que combinem competências em várias áreas, e especialistas focados, nomeadamente, nas áreas:
– computação gráfica e processamento digital de sinais;
– sistemas de informação;
– computação ubíqua e ambientes inteligentes;
– sistemas informáticos multimédia.

Os mestres deverão adquirir e desenvolver competências e conhecimentos na área da Engenharia Informática, enquadrados pelos descritores de Dublin e pela legislação nacional.
Curricularmente, atende-se ao aprofundamento de conhecimentos do 1.º ciclo, no enquadramento destes em situações novas e não familiares, e na capacidade de integração de conhecimentos. As competências de reflexão sobre implicações e responsabilidades ético-sociais são alvo de uma disciplina específica. O desenvolvimento de competências epistemológicas é propiciado em Métodos de Investigação. A dissertação colocará o candidato em situações onde a estruturação e os requisitos de conhecimentos não estão pré-determinados, frequentemente em contexto de investigação. Potenciam-se capacidades e competências de autonomia e autoestudo, aplicando conhecimentos e competências em situações de informação limitada/incompleta; e competências de comunicação de conclusões (com conhecimentos e raciocínios a elas subjacentes).

 

Saídas Profissionais

Os diplomados a formar destinam-se a integrar os quadros de empresas, organizações e equipas na área da Engenharia Informática e das Comunicações, nomeadamente se vocacionadas para o desenvolvimento de sistemas e redes informáticas, bem como para a produção, divulgação, comercialização e manutenção de soluções informáticas e de comunicações.
Poderão vir a exercer funções em variados sectores como é o caso do sector de serviços, do sector industrial, da administração pública, dos media, entre outros.