Ciências da Educação: Educação Especial - Domínio Cognitivo e Motor

Download da Brochura

COMEÇO:
09/2019
INSTITUIÇÃO DE ENSINO:
Lusófona | Lisboa
ID:
ME
CREDITOS:
120

Instituições de Ensino:

Endereço

Campo Grande 376, 1749-024 Lisboa   Ver mapa

Categorias

Mestrado

Apresentação do Curso

O mestrado em Ciências da Educação – Educação Especial: domínio cognitivo e motor centra-se numa formação assente em princípios rigorosos de investigação e de ação nos contextos educativos em que os candidatos se inserem, preconizando a mudança através da intervenção/inovação, o que exige competências teórico-práticas e instrumentais. Integra a componente Formação Especializada (1º ano), numa área específica, segundo o Decreto-lei 95/97, de 23 de Abril, concedendo 12 créditos, para progressão na carreira profissional. Tem a duração de dois anos letivos e atribui 120 ECTS.
Este curso, pela diversidade das temáticas que o integram, pelo corpo docente que o constitui, pela aposta em metodologias que envolvem uma forte componente teórico-prática, propõe-se dar resposta a todos aqueles que procuram uma formação que oriente a resolução de problemas que o ato educativo-pedagógico desencadeia.

 

Objetivos

O Mestrado em Educação-Educação Especial tem como principais objetivos:
– formar educadores que saibam analisar, questionar e intervir para mudar, em situações específicas e respetivos contextos, de modo a garantir a participação e a aprendizagem de todos os alunos;
– contribuir para a mudança de paradigma das práticas das escolas, no que diz respeito à participação e aprendizagem dos alunos, tendo por base a investigação e a ação realizada e refletida.

 

Saídas Profissionais

Trabalho em instituições públicas e privadas, construindo e implementando respostas adequadas a situações problemáticas.
Desenvolvimento de projetos de intervenção para mudar mentalidades/situações que envolvam pessoas em situação de deficiência, a nível cognitivo e motor.
Possibilidade de aceder ao concurso para o grupo de Educação Especial 1 (910), em 1ª prioridade, desde que, à entrada no curso, satisfaça os requisitos exigidos pela formação especializada.